(14) 3245-8090
das 8:30 às 18:30

- Tutorial: Use Melhor o Firefox - Tire suas dúvidas - MiduKan - T.I.

Tutorial: Use Melhor o Firefox

 

O curioso animalzinho da foto (Figura 1) é um panda vermelho fotografado no zoológico de Calgary, no Canadá. A espécie, conhecida também como Firefox, é, ainda, o símbolo do navegador alternativo que já roubou 10% do mercado do Interner Explorer e mostrou que a chamada “guerra dos browsers” pode não ter acabado.

E, além de armas como segurança e estabilidade, o Firefox trouxe para esta guerra o reforço das “extensões” - programinhas escritos por desenvolvedores independentes para incrementar os recursos do navegador das mais variadas formas. O ponto de partida para turbinar seu Firefox está na página oficial da fundação Mozilla, responsável pelo desenvolvimento do produto.

Dividida entre mais recentes e mais populares (Figura 2), a lista de Add-ons traz centenas de penduricalhos para o seu browser. Tudo muito simples de instalar e usar – a única dificuldade é saber o realmente vale a pena. Até porque, freqüentemente há diversas opções com a mesma finalidade.

Como instalar uma extensão

Comecemos pelo Fasterfox, uma extensão que promete acelerar sua navegação na Internet graças a otimizações nas configurações de rede e a um mecanismo que “pré-clica” todos os links da página e vai carregando seu conteúdo nos bastidores, para quando você efetivamente clicar (no ajuste mais

agressivo pode ser que o servidor do site seja derrubado, devido ao excesso de requisições).

Depois de achar a extensão na listagem (dê preferência à das mais populares, onde podem ser encontradas todas as extensões mencionadas neste tutorial), um clique sobre ela nos leva à página do programa em si (Figura 3). Além da explicação de sua função, a página mostra as versões do Firefox compatíveis e traz comentários do criador e de outros usuários – estas ajudam a saber se a extensão faz o que promete.
Convencido? É só clicar no “Install Now”, dentro da caixinha verde que informa o tamanho do download (meros 91 KB, neste caso). Isso abrirá uma janela pedindo autorização para instalar a extensão (Figura 4) e alertando para o

risco de programas maliciosos. Se você está baixando da página oficial da Mozilla, não há muito com o que se preocupar. Vá em frente e clique em “Install Now” de novo.

Em alguns segundos, com o download concluído, veremos a janela de Extensões com o recém-instalado Fasterfox no topo (Figura 5). Ela mesma já avisa que a instalação só será concluída quando o programa for reiniciado. Esse passo é meio chatinho, mas pelo menos dá para instalar um monte de extensões e só reiniciar o Firefox uma vez, no final. Como esta é a nossa primeira, porém, vamos reiniciar agora e ver o que acontece.

De volta à página inicial do Firefox (Figura 6), a primeira impressão é de que nada mudou. Se você olhar com cuidado, no entanto, verá que lá no cantinho inferior direito, perto do relógio do Windows, deve ter aparecido o ícone e o nome do Fasterfox. Depois que você começar a navegar, esta área mostrará também o tempo que cada página demorou para abrir – experimente!

Um clique com o botão direito no ícone nos permite desativar esse medidor de velocidade e abrir a tela de opções do Fasterfox (Figura 7), onde se ajustam as várias funções da extensão. O modo padrão é o “Turbo Charged” - o tal que pode sobrecarregar os servidores. Melhor ser mais comedido e mudar para o “Optimized”, menos exagerado nos pré-cliques.

Extensões para todos os gostos

O Fasterfox é legal e serviu de exemplo para este tutorial, mas é apenas um dos acessórios que vale a pena instalar. Tratemos, então, de explorar algumas páginas da lista das mais populares e ver o que nos interessa. Ao final do processo, teremos um total de dez extensões, mas repare que apenas o Fasterfox está instalado – as outras ainda precisam que o Firefox seja reiniciado (Figura 8):

 

Tab Mix Plus – esta extensão aprimora o sistema de “abas” do Firefox, permitindo que arrastemos as abas de um lado para o outro, colocando um botão “fechar” em cada uma e – o mais legal – restaurando todas as abas abertas quando o programa eventualmente travar. Ótimo para não ter que abrir tudo de novo!

DownThemAll! - esta é o preferido de quem gosta de navegar em sites repletos de galerias de fotos,

digamos, “apimentadas”. O programinha é capaz de sugar sites inteiros de uma vez para você guardar no computador e poder  “consultar” depois, mesmo desconectado.

 

Forecastfox – viciado em previsão do tempo? Esta extensão coloca as informações meteorológicas de hoje e amanhã na barra de status do navegador (lá onde está o ícone do Fasterfox). Dá para escolher a cidade (Figura 9) e clicar sobre os símbolos para ver o mapa de radar e outras coisinhas mais.

IE Tab – Não há nada que irrite mais um fã do Firefox do que aqueles sites malfeitos que só funcionam direito no Internet Explorer. Com esta extensão, você consegue abri-los em abas do próprio Firefox montadas com o mecanismo do IE. É só clicar no ícone do Firefox na barra de status e trocar pelo do Explorer.

Download Statusbar – Por falar em barra de status, aqui está uma extensão que coloca as informações dos seus downloads na própria, facilitando a visualização de quanto falta para baixar e dispensando a

desagradável janelinha de downloads – um dos pontos fracos da interface original do Firefox.

 

Gmail Space – Se você é usuário do Gmail, o serviço de e-mail do Google, saiba que pode usar seus gigabytes de espaço livre para armazenar arquivos ou transferi-los de um computador para o outro. A extensão cria uma espécie de serviço de FTP que usa e-mails para si próprio como local de armazenamento!

GooglePreview – Ótima demonstração do poder das extensões, esta aqui insere uma miniatura das telas ao lado de cada resultado de busca no Google e no Yahoo (Figura 10). Ideal para ter uma idéia do conteúdo da página antes mesmo de clicar sobre o resultado. Pena que não funciona com todos os sites.

 

Gtranslate – Mais uma extensão que se vale dos serviços do Google. Neste caso, o tradutor de idiomas. É só configurar o tipo de tradução (inglês-português, por exemplo) e bastará selecionar qualquer trecho de uma página e clicar com o botão direito do mouse para ver a tradução!

FEBE – A sigla de Firefox Extension Backup Extension indica uma extensão que serve para fazer backup de sua coleção de extensões, além de ajudar a resguardar configurações, favoritos e outros detalhes do programa e ajudá-lo a migrar toda a parafernália para outro computador.

Agora que já temos as dez extensões, é só reiniciar o Firefox e conferir a janela de extensões novamente (Figura 11). Viu como ficou colorida? Se estiver satisfeito com elas, não esqueça de fazer o backup com a FEBE – a instalação das extensões é simples, mas você não vai querer procurar tudo de novo, vai?